28/08/2009

31 anos

Eu gostava de poder dizer que este ano marcou a minha vida, mas isso não se passou.
Gostava de poder dizer que este ano foi dos melhores da minha vida, mas essa não é a verdade.
Foi um ano. Passou-se. E foi tudo muito rápido. Sem tempo para mim, mas aproveitando o pouco tempo que me restava. Sem tempo para pensar, mas aproveitando essa falta de tempo para conseguir viver sem as preocupações habituais.
Um ano passou e parece que continuo no mesmo sítio. Tudo igual.
A minha morada continua a ser a mesma. Os meus amigos são os mesmos. Os meus interesses sofreram um ligeiro abalo por falta de tempo, mas o meu empenho continua lá.
Deixei de criar filmes na minha cabeça, mas isso é algo que só vou conseguir com o tempo. Não quero perder mais tempo a pensar nos ses da vida. Quero viver a vida. Quero dizer tudo o que me apetece dizer. Quero fazer tudo o que consiga. Quero. Vou conseguir.
Não me quero preocupar.
Não me vou preocupar.
Vou fazer.

3 comments:

  1. Nunca deixes de fazer filmes!!
    É tão sermos os "realizadores" da nossa vida...

    ;)

    ReplyDelete
  2. ... fiquei com aquela sensação "deja vu" ! Este último ano também foi um ano alucinante ... mas com 33 anos ! (Também fui ver Dave no Optimus :-))

    ReplyDelete
  3. Gajo, a vida não é como nos filmes.

    Dmon ! anos alucinantes? :) Este meu foi. A ver vamos o próximo! Benvindo

    ReplyDelete