06/09/2006

carta a um qualquer destinatário!

Olá olá!
Então tudo bem? Olha, comigo está tudo mais ou menos. Voltei de férias e fiquei com o sentimento que se lá tivesse ficado não perdia nada!
Não se passou nada de especial nestas férias... Foi tudo como se espera que seja! Amigos, risos, sorrisos, praia, sol, bronze, praia, sol, água, mar, mar, "oh mar salgado" que desta vez esteve sempre tão agradável! Sempre tão mediterrânico, sempre tão bom! Areia... praia... areal de perder de vista... marés baixas! Conversas, risos, bolinhas de berlim, conversas, risos! Reencontros, encontros... Cafezinho no Sr. Machado, Irmandade reunida com o Rui. O tremoço, o bom do martini e o Mateus... ai ai... ninguém faz amor como o Mateus Rosé!
Depois chuva... vento... mau tempo... para depois o Sol voltar na sua força maior, a praia ficar ainda melhor e as pessoas partirem... E depois... bom, depois ficou a praia, o descanso, o doce saber das reflexões acerca da vida, da minha, da tua... da minha.
O regresso foi sem grande tristeza, já está marcado novo encontro! Não houve despedidas, não faço questão de despedidas.
A praia lá ficou. O meu refúgio, o meu lugar... onde sou eu, onde sei quem vou ser!
E agora regressei... para quê ainda não sei, para quem também não sei, há muito tempo que ninguém me espera.
E tu, que tal de férias?
Beijinhos
Tânia

1 comment:

  1. Ai, ai, ai... quero férias na praia também!!!

    ReplyDelete